By

Uma Festa Julina muito esperada… No “Castelo dos Arautos”

No último sábado, dia 07 de Julho, os Arautos do Evangelho de Maringá realizaram a sua já tradicional Festa Julina, que, em sua terceira edição contou com a participação de inúmeras famílias e amigos, provenientes da cidade e da região e – como nos anos anteriores, foi um enorme sucesso.

A programação foi realizada na propriedade dos Arautos em Maringá localizada na zona rural, na Estrada Morangueira, junto ao Mosteiro que já serve de residência para os Arautos do setor masculino. 

As atividades festivas tiveram início às 17h, com a celebração da Santa Missa, pelo Revmo. Pe. Mário Sérgio Sperche, EP, Superior dos Arautos em Maringá. A tenda, montada especialmente para a ocasião, estava com todos os lugares internos e o entorno totalmente tomados pelas pessoas que vieram participar da Celebração e da Festa.

Terminada a Santa Missa, o Revmo. Pe. Mário procedeu à bênção do fogo e, na sequência – para surpresa e alegria geral – um Cavaleiro Medieval chegou, devidamente montado, trazendo o belo estandarte de São Pedro e dando oficialmente o tom do tema medieval da festa Julina.

O estandarte de São Pedro foi hasteado no mastro principal, ao centro das barraquinhas típicas. Esses atos iniciais das festividades foram iluminados com uma bela queima de fogos de artifício, que puderam ser vistos a uma distância considerável. Na sequência, uma bela apresentação musical performada pela banda dos Arautos do Evangelho deu início aos festejos e todos puderam se dirigir à degustação das comidas e bebidas típicas.

Um característica marcante dos eventos promovidos pelos Arautos do Evangelho é  sempre o bom convívio entre os participantes – e desta vez – pela Graça de Deus, não foi diferente. Todos puderam participar com ordem, organização e calma, sem que se registrasse nenhum transtorno ao longo de toda a festa. Ao contrário! Muitas pessoas fizeram questão de elogiar a organização e a qualidade das comidas e bebidas servidas, com destaque para o generoso e saboroso pastel, o yakisoba, a vaca atolada, espetinhos, porco no tacho, além de iguarias feitas de milho (suco, brigadeiro, sopa, pamonha, cural, etc.) e outros. Os doces oferecidos também foram um ponto alto da festa. Nas bebidas, destaque para o saboroso quentão. As crianças puderam participar de vários jogos, na companhia alegre e despreocupada de seus pais e familiares.

Um destaque da festa foi a apresentação da maquete – em escala exata – da futura Capela Nossa Senhora do Bom Sucesso, que será erigida pelos Arautos do Evangelho no mesmo terreno onde hoje se encontra o Mosteiro. As pessoas presentes puderam apreciar a beleza dos traços da Capela,  – em estilo gótico – que desde já promete ser um pronto de peregrinação e de muitas bênçãos para a cidade de Maringá e para todo o Estado do Paraná.

O carisma dos Arautos do Evangelho é procurar fazer tudo com perfeição, com a utilização da via da beleza, meio privilegiado de cumprir o preceito de Nosso Senhor Jesus Cristo: “Sede perfeitos,  como vosso Pai celeste é perfeito” (Mt 5,48). Naturalmente, mesmo numa simples festa Julina, o convívio entre irmãos deve refletir esse carisma e, pode-se dizer, com toda certeza, que isso ocorreu plenamente na Festa Julina 2018, realizada no último sábado, 07 de Julho.

Agradecemos a Nossa Mãe, Maria Santíssima, pela participação de inúmeros voluntários que não mediram esforços e sacrifícios pessoais para que a festa se tornasse realidade; agradecemos a todos os doares – pessoas físicas e empresas – quase inumeráveis – que colaboraram doando prendas, itens alimentícios e de decoração, doações em espécie, etc., sem os quais, a festa não poderia ter se realizado com tanto sucesso. Que Deus lhes pague pela generosidade.

Agradecemos também a presença – que muito honrou os Arautos do Evangelho – do Prefeito Municipal de Maringá, Dr. Ulisses Maia, que, além de saborear alguns pratos típicos, foi agraciado com uma bela estampa de Nossa Senhora de Fátima.

Ao mesmo tempo, agradecemos e rogamos ao glorioso São Pedro que interceda para que esta festa – que já marca o calendário julino em nossa cidade – se repita ainda em muitas outras ocasiões.

Faça um Comentário!

%d blogueiros gostam disto: