By

A maior das maravilhas

Na criação vemos uma variedade incontável de criaturas refletindo a beleza do Criador. Assim, bastará prestar atenção na ordem da criação visível, quer nos minerais, vegetais, animais ou no homem, que ficaremos encantados com tantas maravilhas. No entanto, posto que o homem é a obra prima da criação, caberia perguntar: no gênero humano,  qual a mais elevada beleza que podemos contemplar?

Esta interessante questão veremos respondida de forma sucinta, didática e elucidativa, no atraente artigo “Esplendores da criação”, do Prof. Paulo Martos, Arauto e colaborador da Revista Arautos do Evangelho, cujos excertos registramos abaixo. Se o leitor quer conhecer a resposta, ao ler tais palavras, terá a experiência de uma agradável meditação.

*          *           *

“Contemplando o céu numa noite estrelada, ficamos maravilhados. E as miríades de corpos celestes que vemos – mais numerosos que todos os grãos de areia existentes nas praias dos mares – são minerais, os quais pertencem à categoria mais baixa entre todos os seres criados por Deus. Pois em graus superiores estão os vegetais, os animais e os homens. Todos esses são seres visíveis; acima deles o Altíssimo criou seres invisíveis: os anjos.

“O universo foi criado por Deus a partir do nada; essa é uma verdade de Fé fundamentada na primeira frase da Sagrada Escritura: ‘No princípio, Deus criou o céu e a terra’ (Gn 1, 1). Criar significa ‘dar existência a um ser do qual todos os elementos constitutivos não existiam anteriormente. Um pintor não cria, pois não dá existência à tela, nem à tinta, nem aos outros elementos constitutivos de seu quadro. Sua ação se limita a confeccionar com meios preexistentes um ser novo, que é o quadro`.

“Deus fez o mundo para refletir suas perfeições, que são infinitas. Ele não poderia criar apenas um ser, por mais perfeito que fosse, pois toda criatura é limitada. Por isso, criou múltiplos seres. Não só múltiplos, mas também diferentes; porque se iguais somente poderiam representar uma qualidade de Deus. É o que ensina o São Tomás de Aquino.¹

E no gênero humano, qual é a beleza que mais reflete a grandeza do Criador?

“O santo possui beleza de alma”
Santa Teresinha do Menino Jesus

“No gênero humano, a pulcritude [beleza] mais importante é a da alma. O santo possui beleza de alma; em todos seus pensamentos, desejos e atos ele tem somente em vista a glória de Deus.

“Disse Nosso Senhor: “Sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito” (Mt 5, 48). Trata-se de um preceito e não apenas de um conselho. Assim, todos devemos visar a suma beleza de nossas almas, ou seja, a santidade, e dessa forma glorificarmos a Deus. Isso somente o conseguiremos pela graça divina, que nos é concedida pelo Criador através da Virgem Maria”² [grifos nossos]

Caro leitor, esta consideração, tão clara e objetiva, a respeito da santidade que é a suma beleza da alma, é o convite, ou melhor, o dever para o qual nos chama o Redentor, o Mestre de toda a beleza, o Conselheiro, o Maravilhoso, o Príncipe da Paz (cf. Is 9,6). Isso nos enche de alegria e nos move agradecidos a conclamar, por meio da Rainha de todos os Santos: “Louvem ao Senhor pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os filhos dos homens” (Salmos 107,8).

_____________________________

¹ Paulo Francisco Martos. Esplendores da Criação.

http://www.arautos.org/artigo/60384/Esplendores-da-criacao.html

Acesso em 14 mar. 15

² Idem

Faça um Comentário!

%d blogueiros gostam disto: