By

Festa do Batismo do Senhor

Resumo dos Comentários de Mons. João Scognamiglio Clá Dias, no Inédito Sobre os Evangelhos.

A comemoração do Batismo de Nosso Senhor encerra com chave de ouro o Tempo do Natal. Grande festa para os católicos, porque é neste Batismo que está incluído o nosso e, portanto, o início da participação de cada um na vida de Deus. Adão fechou as portas do Paraíso Celeste aos seus descendentes, mas Nosso Senhor, com a encarnação, abriu-as outra vez, tornando possível aos homens, com seu divino auxílio e proteção, gozar do convívio com Ele, com o Pai e o Espirito Santo, com os Anjos e os Bem-aventurados por toda eternidade. Read More

By

Solenidade da Epifania do Senhor

Resumo dos Comentários de Mons. João Scognamiglio Clá Dias, no Inédito Sobre os Evangelhos.

A Igreja, estrela que nos guia até Jesus.

Adoração dos Reis Magos – Convento de Santa Clara, Medina de Pomar, Espanha

A grande fé demonstrada pelos Reis Magos na Epifania, nos lembra a parábola do grão de mostarda. Ele é minúsculo, mas, uma vez plantado, cresce e torna-se um grande arbusto. Ora, esse Menino que vem ao mundo numa gruta, e hoje manifesta sua divindade aos soberanos vindos do Oriente, vai depois morrer no Calvário e de seu lado transpassado pela lança brotará a Santa Igreja. Esta nasce sem nenhum templo, de forma apagada, se desenvolve e, em certo momento, toma conta do Império Romano, até se expandir por todo mundo. Read More

By

Festa da Sagrada Familia, Jesus Maria e José

Resumo dos Comentários de Mons. João Scognamiglio Clá Dias, no Inédito Sobre os Evangelhos.

A Sagrada Família, exemplo nas dificuldades da vida.

Eis o aspecto maravilhoso de uma família que se desenvolve em um eixo: a Lei de Deus, o próprio Deus. A Igreja nos propõe nesta festa litúrgica o inigualável exemplo da Sagrada Família: São José, obediente, de nada se queixa; Nossa Senhora toma os reveses com inteira cordura e submissão; e o Menino Jesus se deixa conduzir e governar por ambos, sendo Ele o Criador do Universo. Nós também devemos, portanto, ser flexíveis à vontade de Deus e estar dispostos a aceitar com doçura de coração, com resignação plena e total, os sofrimentos que a Providência exigir ao longo de nossa vida. Read More

By

Missa da aurora do Natal do Senhor

Resumo dos Comentários de Mons. João Scognamiglio Clá Dias, no Inédito Sobre os Evangelhos.

O exemplo de fé dos pastores.

Na Celebração Eucarística da Aurora, narra-nos São Lucas que, após terem cumprido sua missão, retornaram os Anjos ao Céu. É curioso que os Anjos não ordenam aos pastores visitar o Salvador recém-nascido, apenas lhes indicam o local. Entretanto, após a retirada dos puros espíritos eles se apressam a ir em busca do Menino para vê-Lo e adorá-Lo. Com essa bela atitude, ensinam aos que amam a fidelidade a serem dóceis, diligentes e ágeis em praticar com toda prontidão o bem que lhes seja insinuado, inspirado ou de qualquer outro modo comunicado pelo Senhor, caso contrário incorrerão numa falta. Read More

By

Missa do dia do Natal do Senhor

Resumo dos Comentários de Mons. João Scognamiglio Clá Dias, no Inédito Sobre os Evangelhos.

Adoremos aquele que nos amou e redimiu.

Nessa bem-aventurada noite, ao nos depararmos com Jesus, Menino e Deus ao mesmo tempo, ternura e veneração se unem em nossas almas num ato de adoração Àquele que nos criou e nos redimiu. A consideração da grandeza dadivosa desse amor divino que assume as insuficiências de nossa natureza, predispondo-Se a tudo sofrer, sacrificando-Se até a morte de Cruz pelo desejo de nos fazer bem, arranca de nós – apesar de nossa maldade – os maiores atos de gratidão e de reciprocidade. Aquela criança indefesa crescerá e, quando adulta, manifestará sua benquerença por todos, percorrendo praças e ruas das inúmeras cidades de seu país, curando os enfermos, restituindo o caminhar aos paralíticos, a voz aos mudos, a audição aos surdos, a vida aos cadáveres. Sempre Se reportando ao Pai, sem jamais deixar de perdoar a quem quer que se arrependesse de seus pecados. Doce e afável com seus discípulos, nunca saiu dos limites de sua pobreza e humildade. Read More

%d blogueiros gostam disto: