By

XIX Domingo Tempo Comum

Resumo dos Comentários de Mons. João Scognamiglio Clá Dias, no Inédito Sobre os Evangelhos.

Nos versículos finais, São Pedro desejava saber se a parábola era exclusivamente para eles ou para todos. O Divino Mestre elabora uma outra: a do “administrador fiel e prudente”.

Ao fazer uso da figura do administrador, ele representa aqueles que têm alguma autoridade e poder sobre os outros. Aplicada diretamente a Pedro e aos apóstolos que receberam a instituição da Igreja, nesta parábola, o prisma continua sendo a vigilância, porém, com outra nota: a da prudente fidelidade. A primeira obrigação do administrador é de não se apropriar dos bens do senhor. Em segundo lugar, deve ser prudente, discernindo com senso de hierarquia, como distribuir os trabalhos em proporção aos talentos e às forças de cada um. Procedendo com amor à perfeição e à autoridade, ao encontrar-se com seu senhor, além da bem-aventurança, receberá também a administração de todas as suas posses.

Quanto ao administrador infiel, o Divino Mestre busca delinear a principal causa de seus delitos: o esquecimento de que possui um senhor. Daí os maus tratos, a injustiça, o abandonar-se à gula e às desordens. Este também será surpreendido por seu senhor e será castigado com a separação eterna.

Em seguida trata da proporcionalidade do castigo: “a todo aquele a muito foi dado, muito lhe será exigido”. Esta é a resposta dada a São Pedro, cuja substância faz todos os santos temer e tremer. Quantos buscaram a penitência pela consideração destas divinas palavras?

Sobre esta passagem, comenta o Cardeal Gomá: “Como na outra vida não há igualdade de prêmios, da mesma forma não há igualdade de castigos”. Que esta Liturgia de hoje nos compenetre a fundo da grande necessidade de sermos diligentes na preparação do nosso encontro com o Senhor, o qual poderá dar-se no momento menos esperado. Que usemos bem de nosso tempo, palavras e ações. Em síntese, que sejamos sempre santos.

Faça um Comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: