By

Arquidiocese de Maringá promoverá adoração e missa na Catedral pelo Ano da Fé

Maringá (Terça-Feira, 28/05/2013, Fonte: Gaudium Press) A Arquidiocese de Maringá, no Estado do Paraná, realizará no próximo domingo, dia 2 de junho, às 12h, uma celebração eucarística por ocasião do Ano da Fé, na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória. Presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Anuar Battisti, a missa será antecedida pela adoração ao Santíssimo Sacramento, que ocorrerá às 11h, e contará com a participação dos movimentos e pastorais da região.

custodia.jpg

É importante destacar que a arquidiocese de Maringá promoverá esse momento de oração e comunhão com o Senhor num gesto de unidade com a Igreja Católica no mundo inteiro que, no mesmo horário, estará em adoração ao Santíssimo, juntamente com o Papa Francisco, na Basílica de São Pedro. Juntamente com o Santo Padre, todo os fiéis católicos são convidados a adorar, louvar e agradecer a Jesus presente no seu sacramento de amor, a Eucaristia.

A data foi escolhida pelo Papa Bento XVI, mas a iniciativa é organizada pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização no âmbito das atividades programadas para o Ano da Fé. O Vaticano pede que, na medida do possível, todas as paróquias promovam este momento de adoração junto a Jesus vivo no Santíssimo Sacramento do Altar. A Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória fica localizada na Avenida Tiradentes, Zona 01, em Maringá. Mais informações pelo telefone (44) 3227-1993.

Ano da Fé

Com a Carta Apostólica Porta Fidei (Porta da Fé), o Papa Bento XVI, proclamou o Ano da Fé, que começou no dia 11 de outubro de 2012, no cinquentenário da abertura do Concílio Ecumênico Vaticano II, e aniversário de vinte anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica, e terminará na Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, no dia 24 de novembro de 2013.

No transcorrer do Jubileu áureo do início do Vaticano II, o Ano da Fé quer ser para os cristãos uma ocasião para meditar a aprofundar o conteúdo da fé cristã e católica e, ao mesmo tempo, possibilitar uma leitura aprofundada das constituições, decretos e declarações promulgados por Paulo VI e os Padres conciliares.

O Ano da Fé quer ser ainda uma ocasião propícia a fim de que todos os fiéis compreendam mais profundamente que o fundamento da fé cristã é o encontro com um acontecimento, com uma Pessoa que dá à vida um novo horizonte e, desta forma, o rumo decisivo.

Fundamentada no encontro com Jesus Cristo ressuscitado, a fé poderá ser redescoberta na sua integridade e em todo o seu esplendor. Também nos nossos dias a fé é um dom que se deve redescobrir, cultivar e testemunhar para que o Senhor “conceda a cada um de nós viver a beleza e a alegria de sermos cristãos. (FB)

Faça um Comentário!