By

Atividades do primeiro final de semana de março

IMG_3471

Dentro do Evento “24 horas para o Senhor”, promovido pela Arquidiocese de Maringá, o Apostolado do Oratório, dos Arautos do Evangelho, realizaram, na tarde de Sábado, 05 de Março, na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, uma hora de Adoração Eucarística. Essa Adoração teve a participação de Coordenadoras e Coordenadores de Oratórios de várias Paróquias da Cidade. O tema da Adoração foi a mediação de Nossa Senhora – e como os católicos devem recorrer à intercessão da Mãe de Deus, para, com maior devoção, honrarem e louvarem a Jesus Cristo presente no Santíssimo Sacramento e, assim, encontrarem a verdadeira Misericórdia.

Read More

By

Arcebispo de Maringá completa 60 anos de vida com lançamento de livro de artigos

Maringá (Terça-Feira, 19/02/2013, Fonte: Gaudium Press) Hoje, dia 19 de fevereiro, dom Anuar Battisti, arcebispo de Maringá, no Estado do Paraná, completará 60 anos de vida. Para marcar a data será realizada uma missa de ação de graças, às 18h30min, na Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Glória. A celebração vai contar com a presença de diversos padres e bispos, além do padre Reginaldo Manzotti.

capa_livro_dom_anuar.JPG

Dentro das comemorações em honra ao prelado, haverá o lançamento do livro “Palavras de um amigo”, editado pela Canção Nova, com 60 artigos de dom Anuar, publicados ao longo dos últimos anos. O jantar de lançamento da obra acontecerá depois da celebração eucarística, às 20h, no Moinho Vermelho Buffet. Além da publicação, quem participar do deste evento receberá um audiobook editado em parceria com a Rádio Colméia, da Arquidiocese de Maringá. O livro em áudio foi narrado pelo próprio arcebispo.

Escrita pelo cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano, a apresentação do livro, em um dos seus trechos, diz o seguinte: “Conheço Dom Anuar há quarenta anos, e com ele condivido um caminho espiritual que nos uniu e continua a nos unir nos dias de hoje: a espiritualidade da unidade de Chiara Lubich, uma das concretizações da espiritualidade de comunhão, proposta pelo Beato Papa João Paulo II para toda a Igreja, como critério de vida para todos os discípulos de Jesus neste novo milênio que estamos iniciando”.

Biografia de dom Anuar

Dom Anuar Battisti nasceu em Alto Honorato, município gaúcho de Lajeado, no dia 19 de fevereiro de 1953. É o terceiro de oito filhos de um casal de profunda vida cristã. Tem uma irmã, Lourdes, religiosa da Congregação de São Carlos, e um irmão, José, padre da Sociedade do Apostolado Católico (palotinos). Ainda criança, em 1963, transferiu-se com a família para Tupãssi, no Paraná, ingressando, em 1964, no Seminário Menor de Toledo, onde fez o ensino fundamental.

De 1967 a 1970 cursou o antigo ginásio, no Seminário de Cascavel. O então segundo grau cursou-o no Seminário São José, de Curitiba (1971-73). Também em Curitiba, na PUC, cursou a Filosofa (1974-76), residindo no Seminário Rainha dos Apóstolos. Em 1977-78 iniciou o curso de Teologia no Studium Theologicum, filiado à Universidade Lateranense.

Participou da escola sacerdotal do Movimento Focolare, em Frascati, na Itália. Completou sua formação teológica (1979-80) na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo. Ordenou-se padre do clero de Toledo no dia 8 de dezembro de 1980, pela imposição das mãos de dom Geraldo Majella Agnelo.

De 1981 a 1985, foi reitor do Seminário Maria Mãe da Igreja, da diocese de Toledo, ao mesmo tempo em que respondia pela Paróquia de Vila Nova e lecionava na FACITOL, hoje Centro Universitário da Unioeste. De 1985 a 1988, foi reitor da casa de formação dos seminaristas maiores do Oeste do Paraná, em Curitiba.

De 1991 a 1995 residiu em Bogotá, na Colômbia, onde trabalhou como secretário executivo do DEVYM (Departamento de Vocaciones y Ministérios). Em 1996, com a transferência de dom Lúcio para Cascavel, foi eleito administrador da diocese de Toledo, cargo que exerceu por dois anos e meio. Em 15 de abril de 1998, foi nomeado bispo de Toledo, sendo empossado no mesmo dia da ordenação episcopal, 20 de junho.

Durante o quatriênio 2003-2007 exerceu duas funções importantes, para as quais foi eleito, uma em nível continental, outra de âmbito nacional. Foi o responsável pela Seção de Seminários e Ministérios Ordenados, do CELAM, para toda a América Latina, e presidente da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, da CNBB, para todo o Brasil.

No dia 29 de setembro de 2004 veio a público a notícia de sua eleição para a sede arquiepiscopal de Maringá. Tomou posse como arcebispo, em missa solene, na Catedral de Maringá, às 20h do dia 24 de novembro de 2004. (FB/JS)