By

“Fui idoso e me visitastes”

No último dia 25 de Outubro, os Arautos do Evangelho realizaram uma apresentação musical no Asilo São Vicente de Paulo de Maringá.

A apresentação foi interativa, na qual um apresentador faz a ponte entre o público, o repertório e os músicos. A data escolhida, em comum acordo com a Diretoria do Asilo, foi a confraternização dos idosos e membros da instituição com os aniversariantes do mês de Outubro.

O coro e banda dos Arautos são constituídos, em sua maioria, de pessoas em idade juvenil, o que geraria um sadio contato social entre diferentes faixas etárias, aproveitando inclusive a natural simpatia dos idosos em relação aos jovens. Um dos idosos acompanhou as melodias com o violão, pois é maestro formado no meio militar.

As composições foram escolhidas de forma a causarem uma gradual e crescente participação do público nas músicas. Na primeira melodia portaram-se, sobretudo, como ouvintes. Na segunda, já foram convidados pelo “speaker” a acompanhar o ritmo com palmas, tendo como referência as batidas de um dos instrumentos que compõem a percussão: os pratos.

Este recurso trouxe mais movimento e alegria para o ambiente, quebrando certa distância inicial e natural entre o público e o grupo musical, possibilitando maior distensão e aproximação.

Na terceira peça, de origem espanhola, foi proposto um desafio: além do acompanhamento dos pratos com as palmas, foram convidados a bradar o tradicional “olé” em momentos específicos da música, ao sinal de um movimento em que o pratista levantasse seu instrumento. Após alguns ensaios do “olé”, os idosos participaram animadamente do número.

Por último, foi tocada uma música de origem brasileira e sertaneja, um pouco mais antiga, geralmente bem conhecida dos idosos: “Luar do Sertão”, de Catulo da Paixão Cearense, porém com a letra adaptada para a ocasião, ressaltando o trabalho feito com carinho, dedicação e profissionalismo por toda a equipe do Lar São Vicente de Paulo e a comemoração do aniversário de vários idosos e funcionários, tendo sido muito aplaudida.

Terminada a apresentação, foi servido um lanche de confraternização em que os idosos, vicentinos e funcionários puderam conversar com os componentes da banda, quando se confirmou o interesse dos idosos pelos jovens e pela música.

Na hora da despedida, o Diretor do Lar São Vicente de Paulo dirigiu palavras de agradecimento aos Arautos, mencionando os vínculos de amizade, já de longa data, que cresceram entre as duas instituições. Convidou o coro e banda a fazerem-se presentes em outros eventos promovidos pelos vicentinos, como, aliás, já tem acontecido.

A dedicação e o profissionalismo dos vicentinos e funcionários nos serviram de estímulo para buscarmos a perfeição no serviço a Deus e ao próximo. Não poderemos esquecer das fisionomias alegres dos idosos, nas quais se distingue, ao mesmo tempo, a marca do sofrimento, dos anos vividos e a alegria por momentos de convívio como este. Elas ficaram gravadas na memória e no coração dos Arautos; mas por quê?

Lembremo-nos das palavras de Nosso Senhor: “Estive enfermo e me visitastes.” (Mt 25,36)

Certamente as graças e a alegria que reinaram no asilo São Vicente de Paulo neste dia têm sua raiz na presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo e de Nossa Senhora naquele local, a tal ponto que se poderia dizer: “Fui idoso e me visitastes”.

Até a próxima!

 

7 Responses to “Fui idoso e me visitastes”

  1. João Bosco Pantoja says:

    “Shoopping e grandes catedrais”
    Não sabia que os Arautos iam ao Shopping para tocar… QUE MARAVILHA!!!!!
    Levar a fé católica, a religiosidade e a cultura para um local onde o consumismo impera, isto é MISSÃO! parabens, espero que possam fazer isso não só nos shopping mas em todo o canto onde não há fé e onde a inveja, discórdia e o silêncio diante das boas obras reinam!
    mais uma vez, PARABENS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Quanto as catedrais, espero que isso se propague por todas do Brasil. Dá pena ver, e ouvir certas músicas….

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssimo João Bosco, agradecemos estas palavras de estímulo. Na realidade, os Arautos não desejam outra coisa senão que o Reino de Nosso Senhor Jesus Cristo se instaure em todos os lugares da face da terra e que se faça a vontade dEle aqui na terra, como é feita no Céu, pelos rogos de Nossa Senhora. Vamos para frente!

  2. M. Jandira C. dos Santos says:

    Parabéns pelo belo trabalho! Mais que “entrar na era Francisco” é amar o próximo como a si mesmo! Esses jovenzinhos Arautos fizeram o que Jesus ensinou. Que Deus os anime cada vez mais.

  3. Amanda Polli says:

    Admiro muito esse trabalho de evangelização que os Arautos fazem. Que Nossa Senhora os acompanhe sempre, derramando suas benção sobre cada um dos senhores para que continuem nessa caminhada de fé, levando os ensinamentos de Jesus e as graças de Maria. Parabéns!

  4. Marcelo PE says:

    Me supreendeu em saber que os Arautos “não se esquecem dos velinhos” achei que era só para shooping e grandes catedrais que eram agraciadas pelas músicas solenes.

    Parabens, os Arauto estão entrando na era Francisco da ||greja.

    • Adilson Costa da Costa says:

      Padre Marcelo, por favor, reze pelo nosso apostolado. O carisma dos Arautos do Evangelho é o apostolado através do belo, dentro de nossa espiritualidade: Devoção ao Santíssimo Sacramento, a Virgem Maria e ao Papa. Os Arautos têm, também, fiéis ao seu carisma e a sua espiritualidade vários programas sociais em favor dos mais necessitados, desde seu reconhecimento pontifício pelo bem-aventurado João Paulo II. Entre eles recomendamos que o senhor conheça o “Fundo Misericórdia”, acessando o nosso site: http://www.arautos.org.br ou http://www.tvarautos.org.br. Também esse trabalho que é feito em todo Brasil pelos mais pobres, tem ênfase especial em nossa Paróquia na Serra da Cantareira, onde a grande parte de nossos fiéis são oriundos de classe social muito e muito pobre. Temos a alegria de tê-los como nossos irmãos e paroquianos, sempre apoiando-os em suas necessidades espirituais e materiais. Os Arautos do Evangelho mantém missões no continente da esperança, sobretudo em: Camarões, Namíbia, Ruanda, Moçambique e África do Sul. Atendendo não só um povo carente e extremamente pobre, mas mergulhado muitas e muitas vezes em guerras e perseguições. Por tudo isso, Padre, pedimos especiais orações, pois a messe é grande, mas os operários são poucos!

  5. Ana Regina says:

    maravilhoso!! Como sempre, os Arautos levando as bençãos de NSJC e as graças de Maria. Os idosos são merecedores de um carinho como este, que só os Arautos sabem oferecer. Parabéns!!!

Faça um Comentário!

%d blogueiros gostam disto: