By

A Cavalaria de Maria em Iguatemi

Muitas são as pessoas que se perguntam o porquê do nome “Arautos do Evangelho”, escolhido por nosso Fundador, Mons. João S. Clá Dias para a nossa Instituição. Evidentemente, são várias as razões, e todas com sua respectiva importância. Mencionaremos apenas uma, a qual, com certeza, ajudará a compreender o significado deste nome: “Arautos”.

Às vezes, no mundo globalizado e agitado em que vivemos, nos esquecemos de quão difícil era antigamente alguém se comunicar com outrem que vivia longe. Hoje em dia, podemos estar, em questão de segundos, em contato com alguém que vive em outro continente. Séculos atrás, só para se comunicar com pessoas de países vizinhos, demorava semanas ou meses. E como faziam?

Read More

By

Convite – 1º Sábado do Mês de Abril – 2014

“Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração” 

1º. Sábado do Mês de Abril / 2014

Neste próximo sábado, 05 de Abril, os Arautos do Evangelho iniciarão a sequência da Devoção dos Cinco Primeiros Sábados na Paróquia Cristo Ressuscitado, em Maringá.

Juntos, vamos atender aos apelos de Nossa Mãe Santíssima, rezando pela conversão dos pecadores e em reparação aos pecados cometidos contra o Imaculado Coração de Maria!

PROGRAMAÇÃO:

Início: 17h30 – Atendimento de confissões – Reza do Terço e Meditação

Santa Missa: às 18h30

Local: Paróquia Cristo Ressuscitado – Maringá – Avenida Rio Branco, 1000 – Zona 05

Venham, participem e convidem seus parentes e amigos!

By

Convite – Primeiro Sábado, 5 de Outubro de 2013

Neste mês de Outubro, no dia  13, comemora-se a sexta e  última aparição de Nossa Senhora em Fátima, no ano 1917. Há 96 anos, aparecendo aos três pequenos pastores, Lucia, Jacinta e Francisco, quis a Santíssima Virgem atestar a veracidade de sua bondosa manifestação aos homens, através de um esplendoroso milagre. O Monsenhor João Clá Dias assim narra esta sexta aparição:

Ia avançando o Outono. A manhã estava fria. Uma chuva persistente e abundante tinha transformado a Cova da Iria num imenso lamaçal, e ensopava até aos ossos a multidão de 50 a 70 mil peregrinos que ali havia acorrido de todos os cantos de Portugal. Por volta das onze e meia, aquele mar de gente abriu passagem para os três videntes que se aproximavam, vestidos com seus trajes de missa. É Irmã Lúcia quem nos relata o que se seguiu:

“Chegados á Cova da Iria, junta da carrasqueira, levada por um movimento interior, pedi ao povo que fechasse os guarda-chuvas, para rezarmos o terço. Pouco depois, vimos o reflexo da luz e, em seguida, Nossa Senhora sobre a carrasqueira.

– Que é que Vossemecê me quer?

– Quero dizer-te que façam aqui uma capela minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o terço todos os dias. A guerra vai acabar e os militares voltarão em breve para as suas casas.

-Eu tinha muitas coisas para Lhe pedir. Se curava uns doentes e se convertia uns pecadores, etc…

Lúcia, Francisco e Jacinta
fotografados em Outubro de 1917,
alguns dias antes da última aparição

– Uns sim, outros não. É preciso que se emendem, que peçam perdão dos seus pecados.

E tomando um aspecto triste [Nossa Senhora acrescentou]:

Não ofendam mais a Deus. Nosso Senhor já está muito ofendido.

E, abrindo as mãos, fê-las refletir no sol, e enquanto Se elevava, continuava o reflexo da sua própria luz a projetar-se no sol.1

Narra Monsenhor João Clá como se deu o milagre do Sol:

Chovera durante toda a aparição. Lúcia, ao fim do seu colóquio com Nossa Senhora, gritara para o povo: “Olhem para o sol!” Naquele momento, rasgaram-se as nuvens, e o sol apareceu como um imenso disco de prata. Apesar do seu intenso brilho, pôde ser olhado diretamente sem que ferisse a vista. As pessoas contemplavam-no absortas quando, de súbito, o astro se pôs a “bailar”. Girava rapidamente como uma gigantesca roda de fogo.2

O sol girou espantosamente, espargindo chamas vermelhas, tremendo e fazendo ziguezagues; pareceu precipitar-se ameaçadoramente sobre a aterrorizada multidão, que temeu ser consumida pelo fogo. Depois, calmamente, voltou a seu ciclo normal. Um milagre que foi atestado, inclusive, pela imprensa da época e por milhares e milhares de testemunhas.

Assim se manifesta Nossa Senhora, pedindo insistentemente a reza do terço e a conversão dos pecadores. A Mãe quer salvar os seus filhos e se esforça para convencê-los da urgência da conversão.

Por isso, neste mês de Outubro, Mês das Missões e Mês do Rosário, temos inúmeros motivos para buscarmos desagravar o Imaculado Coração de Maria.

Para isso, estarão os Arautos do Evangelho de Maringá, juntamente com centenas de pessoas, realizando a Devoção da Comunhão Reparadora dos 5 Primeiros Sábados.

Pelo 3º. Mês consecutivo, essa devoção será realizada, em Maringá, na Paróquia São Miguel Arcanjo.

Confira a Programação:

COMUNHÃO REPARADORA DOS 5 PRIMEIROS SÁBADOS

Data: Sábado, 05 de Outubro de 2013.

Local: Paróquia São Miguel Arcanjo – Maringá – PR

Endereço: Praça das Américas, S/N – Bairro Aeroporto

PROGRAMA:

Confissões: A partir das 17h

Meditação e Terço: A partir das 18h

Santa Missa: Às 19h

TODOS ESTÃO CONVIDADOS!


1Monsenhor João Clá Dias. Fátima, o meu Imaculado Coração triunfará. 2ª. Ed. São Paulo: ACNSF, 2007. p. 32
2Idem, p. 33

By

Frase da Semana – Santo Agostinho

“Criaste-nos para Vós e o nosso coração vive inquieto, enquanto não repousar em Vós”

Santo Agostinho, Confissões (1)

Santo Agostinho – Igreja de Santa Maria – Kitchener, Canadá

Na grandiosa Obra composta pelo grande Santo Agostinho, esta frase ocupa lugar de destaque. Está ela estampada logo no início do livro, denominado – com muita propriedade, Confissões.

O desejo de repousar em Deus faz parte da essência da natureza humana. Em vão busca o homem a felicidade longe de seu Criador. Toda nossa existência está impregnada desta verdade maior: fomos criados por Deus, para amá-Lo e servi-Lo nesta terra e depois usufruir eternamente de Sua Bem-Aventurança no Céu. Quem insiste em trilhar caminho diverso não encontra a felicidade nesta vida, nem na vida futura.

Santo Agostinho, cuja festa litúrgica a Igreja celebra neste 28 de Agosto é filho de muitas lágrimas de sua mãe, Santa Mônica, que, durante mais de trinta anos, rezou incansavelmente pela conversão do filho. A festa de Santa Mônica, padroeira das mães cristãs é comemorada um dia antes da de Santo Agostinho, em 27 de Agosto.

Em sua própria vida, experimentou Santo Agostinho a inquietude de que trata a Frase da Semana, pois, a partir do momento de sua conversão, até o final da vida não deixou um dia sequer de buscar a Deus de coração contrito e humilde. Repousou em Deus aos 76 anos, depois de servir a Igreja de Deus por mais de quarenta anos, na condição de padre e bispo. Iluminou com sua inteligência, dedicação e santidade a História da Igreja.

Que a frase desta semana nos sirva de reflexão para que, reconhecendo a finalidade de nossa existência, busquemos a Deus em nossas vidas até que finalmente, a exemplo dos santos, possamos repousar nEle por toda a eternidade. Que Nossa Senhora nos ajude hoje e sempre.

Leia mais sobre a vida de Santo Agostinho no site dos Arautos do Evangelho. (2)


(1) Santo Agostinho. Confissões. 9ª. ed. Petrópolis: Vozes, 1988. Pág. 23.

(2) Arautos do Evangelho. Vida de Santo Agostinho. Disponível em: http://www.arautos.org/especial/17917/Santo-Agostinho

By

Atividades do final de Semana – 3 e 4 de Agosto

Arautos do Evangelho

Associação Internacional de Direito Pontifício

Arautos Maringá

Atividades do final de Semana – 3 e 4 de Agosto

Queremos convidar nossos amigos para as atividades do próximo final de semana:

  • Comunhão Reparadora do 1º. Sábado – Paróquia São Miguel Arcanjo – Maringá – Sábado 03 de Agosto
  • VI Simpósio, na Comunidade dos Arautos em Maringá – Domingo, 04 de Agosto

1) COMUNHÃO REPARADORA DO PRIMEIRO SÁBADO

Atendendo ao convite do Revmo. Pe. Darcy Maximino de Oliveira, iniciaremos no próximo sábado, dia 03 de Agosto a sequência dos 5 Primeiros Sábados na Paróquia São Miguel Arcanjo, em Maringá. Como já comentamos em inúmeras ocasiões, essa Devoção foi pedida por Nossa Senhora em Fátima (1). Desta forma, os Arautos do Evangelho de Maringá sentem-se honrados em poder conviver com os queridos amigos da Paróquia São Miguel, ao mesmo tempo em que procuram atender aos apelos de Nossa Mãe Santíssima.

 Programação:

Data:          03 de Agosto de 2013, 1º. sábado.
Local:         Paróquia São Miguel Arcanjo – Maringá – PR

Endereço:   Praça das Américas, s/n – Bairro Aeroporto

Programa: 17h – Início do atendimento às confissões

                    18h00 – Recitação do terço e meditação de um mistério do Rosário.

                   19h – Santa Missa, com coroação solene da Imagem Peregrina de N.Senhora de Fátima.

Desde já agradecemos ao Revmo. Pe. Darcy e aos amigos da Paróquia São Miguel pela acolhida!

Imagem de Nossa Senhora de Fátima

2) VI SIMPÓSIO ARAUTOS DO EVANGELHO – MARINGÁ – 04 de Agosto, Domingo

Abordando sempre temas de atualidade e de grande interesse para a vida da Igreja e para a formação cristã no mundo de hoje, teremos neste Domingo o VI Simpósio dos Arautos 2013.

Confira os horários abaixo:

VI Simpósio Arautos do EvangelhoMaringá 2013

Data: Domingo, 04 de Agosto de 2013.

Horários:

– Período da manhã: Das 09h às 11h30 (com intervalo de 20 minutos para café).

– Período da tarde: Das 14h30h às 16h30.

As vagas para o Simpósio são limitadas.

É necessário confirmar a sua presença, através do e-mail:arautosmaringá@uol.com.br, ou, através do telefone celular: Tim (44) 9972-4009.


(1) Conheça mais sobre a Devoção dos 5 Primeiros Sábados no Site dos Arautos do Evangelho: acesse: http://oratorio.blog.arautos.org/primeiro-sabado/