By

Uma pergunta e uma visita: apredendo fora da sala de aula

Muitas são as atividades desenvolvidas pelos Arautos do Evangelho de Maringá: Cursos para leigos, participações litúrgicas em Paróquias, simpósios de estudos sobre a Doutrina Católica, atividades com jovens, peregrinações com a imagem de Nossa Senhora, etc., além das tão conhecidas apresentações musicais e tocatas natalinas nas comemorações de final de ano.

Todas essas atividades que o leitor conhece pessoalmente ou através das informações fornecidas neste Blog possibilitam certa ideia do que são e do que fazem os Arautos em Maringá. Porém, os pequenos fatos do dia-a-dia de uma pessoa ou de uma instituição comunicam um sabor mais forte do seu carisma e missão.

Tendo isto em vista, ocorreu-nos trazer vivências de nossa vida da comunidade, através de alguns pequenos fatos que se deram no início de ano.

Numa manhã de segunda-feira (13.01), deu-se um fato curioso durante a limpeza e arrumação da casa, costumeiramente praticada nas residências.

Estávamos reunidos com o Sacerdote Arauto e o Superior da casa, para que fossem definidas as funções a serem realizadas: limpeza dos quartos, lavagem da louça, etc. De repente, um dos Arautos recebeu uma importante incumbência: retirar os enfeites natalinos da Comunidade. Espanto geral! Alguns novatos disseram, então, ao Superior, com tom de perplexidade:

– Mas como? Serão tirados os enfeites natalinos? Como pode ser isto? E a árvore de Natal que está no refeitório: também será retirada?

–Sim, respondeu o Superior, porque as abençoadas comemorações de Natal chegaram ao seu termo com a Festa do Batismo do Senhor, ocorrida no último Domingo. A Igreja agora dá início ao Tempo Comum, em que os paramentos litúrgicos são verdes…

E começou então a explicar-lhes que no Tempo Comum a Igreja coloca mais a sua atenção sobre a finalidade do homem nesta Terra, qual seja: conhecer, amar e servir a Deus e, mediante isso, salvar a sua alma. Devemos ser santos como Deus é santo, para assim alcançarmos o Céu. É por isso que a cor dos paramentos é verde: para que possa crescer em nós, continuamente, a virtude da esperança da posse do Céu, pois o verde é a cor da esperança.

Dessa forma, levantado o tema da mudança de tempo litúrgico – já no almoço – contaram um pitoresco fato ocorrido no domingo, último dia de funcionamento do Presépio de Som, Luz e Movimento dos Arautos.

Estava a andar pelas ruas do bairro um senhor italiano. Sim, italiano mesmo, pois é proveniente da “Península Pulcritude” (A Península da beleza) da Europa e do mundo, que é a Itália, tão conhecida pelas suas belezas artísticas e culturais. Ele havia se confundido no passeio e não sabia exatamente onde se encontrava.

Apresentava certa dificuldade em informar-se, pois tampouco falava o português. Passando em frente à casa dos Arautos, no momento em que um destes estava próximo ao portão defronte à rua, foi então convidado para assistir ao Presépio, o que fez com prontidão. Gostou muito, ficou encantado. À tarde trouxe também a esposa, que é brasileira, para assistir à Missa e ao Presépio.

Encerravam-se assim, com este “fioretti” (conjuntos de fatinhos), as abençoadas apresentações do Presépio dos Arautos, que recebeu a visita de mais de 4000 pessoas, entre particulares e membros de associações e outros grupos, como catequeses, infância missionária, escolas variadas, CAPS, grupos de terceira idade, Sacerdotes e Seminaristas, etc.

Para a alegria de todos, o Presépio recebeu uma importante condecoração: 1° lugar no “Concurso Cocamar de Decoração Presépios 2013”, promovido pela Associação de Comércio e Indústria de Maringá (ACIM) e pela Cocamar.

Além disso, foi honrado com uma matéria na revista da Arquidiocese de Maringá, “Maringá Missão” (n. 176 – Dez.2013), que trouxe em sua capa uma bela foto deste Presépio. Todos estes fatos contribuíram para uma melhor divulgação desta iniciativa de evangelizar através da cultura e da arte. Aproveitamos o ensejo para agradecer a este destacado veículo de evangelização.

Aí está, caro leitor, uma das formas mais vivas de aprendizado que se dá no ambiente dos Arautos do Evangelho: a conversa animada sobre os mais diversos temas da vida, através de um enfoque religioso.

Peçamos a Nossa Senhora que após tantas graças recebidas nas festas natalinas, possamos, Arautos e leitores, iniciar a 1ª semana do Tempo Comum com as almas dispostas a crescer na união com Ela e com seu Divino Filho, ao longo deste novo ano de 2014.

Por Luís Plinio Gabriel Campanholi dos Santos

Salve Maria!

By

Uma oração junto ao Santíssimo Sacramento

Neste Domingo pela manhã, estávamos alguns Arautos fazendo a oração do Santo Terço na Capela de nossa Comunidade, em Maringá, diante do Sacrário do Santíssimo Sacramento e da imagem de Nossa Senhora de Fátima.

Como estava bonita a Capela! A penumbra tornava o ambiente mais propício à oração e ao recolhimento. Sob as luzes dos vitrais, mais bela ficava a imagem da Virgem, com um colorido arranjo floral. O altar também se adornava com o atraente colorido das flores, dando uma especial alegria ao ambiente.

Algo nos atraía… O que era? Era, sem dúvida, a beleza da Capela. Mas, sobretudo, uma graça que ressoava no fundo de nossos corações e nos comunicava uma grande sede de Deus. Sem sabermos, nossas almas, embaladas por tal graça, salmodiavam com o Rei Profeta Davi:

“– 2 Sois Vós, ó Senhor, o meu Deus!

      Desde a aurora ansioso Vos busco!

      A minh’alma tem sede de Vós,

      minha carne também Vos deseja,

      como terra sedenta  e sem água!

3 Venho, assim, contemplar-Vos no templo,

     para ver vossa glória e poder.

4 Vosso amor vale mais do que a vida:

     e por isso meus lábios Vos louvam.

5 Quero, pois, Vos louvar pela vida,

     e elevar para Vós minhas mãos!

6 A minh’alma será saciada

      como em grande banquete de festa;

      cantará a alegria em meus lábios,

      ao cantar para Vós meu louvor!” (1)

Como sabemos, o bem é comunicativo. Ao rezarmos na Capela e sermos tocados por essa especial moção da graça, colocamos em nossas intenções a Santa Igreja, todos os nossos familiares, conhecidos, mas também a você, nosso caro leitor, do qual podemos conhecer ou a vida, ou o nome, ou simplesmente que de alguma forma você nos conhece. Através dos textos e imagens deste Blog? Sim, mas, sobretudo, através das graças que certamente compartilhamos através dessa iniciativa. Esperamos que nosso blog já tenha servido de instrumento para Deus dizer-lhe também suas palavras suaves de vida eterna, ou, pelo menos, para fazer sentir sua forte e discreta presença…

Fazemos aqui um convite: caso você queira colocar alguma especial necessidade ou intenção em nossas missas e orações diárias, escreva-nos e teremos a alegria de atendê-lo. Salve Maria!

_________________
(1)   Salmo 62(63) 2-6

By

Nos bastidores…

Já dizia São João Bosco, fundador da Ordem dos Salesianos, que mente vazia é oficina do diabo. Levando em consideração o ensinamento do grande formador da juventude, os Arautos do Evangelho desenvolvem diversas atividades: Cursos para leigos, peregrinações com a imagem de Nossa Senhora, Apresentações musicais, Missas em Paróquias, etc., além dos estudos que cercam nossa vida diária.

Apesar disso, têm-se percebido nas últimas semanas algumas movimentações bem sui generis na comunidade: pessoas carregando grandes peças de madeira, barulhos de serras e furadeiras; Arautos modelando montanhas, montando casinhas com isopor e gesso, desenhando muralhas e até confeccionando bonecos de personagens!

Apenas dizemos que teremos, nos próximos meses, uma surpresa para todos os maringaenses: trata-se do conhecido “Presépio de Som, Luz e Movimento”, confeccionado anualmente pelos Arautos. Segundo o estilo francês, acrescido com a artística nota italiana, o Presépio nos proporciona contemplar o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo através de uma narração, combinada com os jogos harmônicos de luz e do movimento das peças. Os preparativos já começaram.

Lembremo-nos dos abençoados natais que vivemos em nossa infância. Quantas saudades sentimos da atmosfera de alegria e de paz do tempo natalino, não é mesmo? Convidamos, então, todos os leitores a recordarem as graças desses abençoados dias vindo assistir à encantadora e emocionante história do nascimento do menino Jesus, que veio à Terra para nossa salvação e redenção.

By

1° Sábado na Paróquia Nossa Senhora da Liberdade

Primeiramente, como já havíamos anunciado neste Blog, gostaríamos de expor a atividade desenvolvida pelos Arautos no primeiro sábado de julho: a Comunhão reparadora dos cinco primeiros Sábados na Paróquia Nossa Senhora da Liberdade. Devoção esta pedida por Nossa Senhora em Fátima, com o intuito de desagravar seu Imaculado Coração. A cerimônia ocorreu pela quinta vez consecutiva nessa Comunidade.

As atividades começaram às 17h, com o atendimento de confissões para os fiéis que desejassem. Antes da Santa Missa houve, ainda, a oração do terço e uma meditação diante da imagem de Nossa Senhora, a respeito do terceiro mistério luminoso: o anúncio do Reino de Deus e o convite à conversão.

Ao toque de trompetes os Arautos entram em cortejo, dando início à Santa Celebração Eucarística, presidida pelo Revmo. Pe. Roberto Takeshi Kiyota, EP, que em sua homilia comentou sobre a despretensão, humildade e pobreza de espírito que deve ter todo discípulo e missionário do Senhor. No final, houve a coroação da imagem de Nossa Senhora, com grandes manifestações de entusiasmo, vivas e aclamações à Santíssima Virgem.

Agradecemos fraternalmente ao Revmo. Pe. Dirceu pela acolhida em sua Paróquia. Pedimos à Mãe dos Sacerdotes que o abençoe de maneira especial, cumulando-o com abundantes graças para cumprir plenamente seu ministério.

Continue acompanhando nossas atividades!