By

Frase da Semana – São Leão Magno, Papa

Pereça o que é velho, surja a novidade!

São Leão Magno, Papa, séc. V (1)

São muitos os católicos, nos dias de hoje, que buscam intensamente – até com certo frenesi – “novidades”. Basta acompanhar o noticiário, assistir aos telejornais, conferir nas redes sociais e lá estão modas, costumes e ensinamentos néo-pagãos à espreita daqueles que queiram a eles aderir. Essas “novidades”, em si, diferem e contrastam radicalmente com as Verdades da Fé abraçadas pelos cristãos no Batismo.

São Leão Magno, Papa – Notre Dame de Montreal – Canadá

Mas, o que vem a ser, propriamente, a novidade, estampada na Frase da Semana, atribuída ao grande Papa São Leão Magno (2)? Este santo – que a Liturgia da Igreja comemora esta semana – viveu no século V, dedicando-se com grande zelo a combater o paganismo ainda vigente, à época, em muitos meios cristãos. Justamente, a novidade apresentada por São Leão em seu sermão é viver integralmente a condição de católico, “diante das solicitações do mundo e das insídias demoníacas, dando-se conta de condição de filhos de Deus e do resgate recebido pela morte de Jesus na Cruz” (3). Ninguém pode servir a dois senhores (Cfr. Mt 6,24; Lc 16.13).

Pela Redenção, fomos libertados das trevas do paganismo e o preço pago por nossa Salvação não foi pequeno, como ensina São Leão:

Arrancados assim por tão alto preço e por tão grande mistério ao poder das trevas e libertados dos laços da antiga escravidão, tomai cuidado, caríssimos, para que o diabo não corrompa a integridade de vossas almas mediante algum artifício. Tudo o que vos foi inculcado contra a fé cristã, tudo o que vos for aconselhado em oposição aos mandamentos de Deus, tudo isso vem dos enganos do diabo: é ele que, por inúmeros artifícios, se esforça para vos desviar da vida eterna, aproveitando certas ocasiões ligadas à fraqueza humana, para fazer recair nos laços de sua própria morte as almas incautas e negligentes. Lembrem-se, pois, todos aqueles que foram regenerados pela água e pelo Espírito Santo, daquilo a que renunciaram […] (Sermão 52,5) (4)

O excelente conselho do Santo para os homens de seu tempo é bastante atual para nossa época, pois este é o risco que correm todos os católicos em seu dia-a-dia: esquecerem-se de sua Salvação e abraçar as “novidades” contemporâneas neo-pagãs. Porventura, ser católico autêntico nos dias de hoje vai também, aos poucos, tornando-se uma novidade, como o era no tempo de São Leão?

Para perseverarmos na Fé com integridade, devemos contar com o auxílio da Graça de Deus, que nos é dado através da Oração perseverante. Jamais devemos desanimar nesse caminho. O próprio São Leão compôs uma oração eficaz contra o desânimo, que devemos rezar frequentemente (5). Sobretudo, a indispensável intercessão de nossa Mãe Santíssima sempre há de nos ajudar!

São Leão Magno, rogai por nós! Salve Maria!


(1) São Leão Magno, Sermão, Sermão 71,1, in Diác. José Victorino de Andrade, EP. Costumes pagãos entre os cristãos do Séc. V: Soluções e propostas nos Sermões de São Leão Magno. Mestrado en Teologia Moral. UniversidadPontificia Bolivariana, 2010. Disponível em: Blog Presbíteros Arautos.

http://presbiteros.arautos.org/tag/sao-leao-magno/

(2) Conheça aspectos da biografia de São Leão Papa, visitando o Site dos Arautos do Evangelho:

http://www.arautos.org/especial/42007/Sao-Leao-Magno–o-grande-Leao-da-Igreja.html

(3) Diác. José Victorino de Andrade, EP. Costumes pagãos entre os cristãos do Séc. V: Soluções e propostas nos Sermões de São Leão Magno. Mestrado en Teologia Moral. UniversidadPontificia Bolivariana, 2010. Disponível em: Blog Presbíteros Arautos.

http://presbiteros.arautos.org/tag/sao-leao-magno/

(4) Idem.

(5) Arautos do Evangelho. Blog Apostolado do Oratório. Eficaz oração de São Leão Magno contra o desânimo. Disponível em: http://oratorio.blog.arautos.org/2014/11/eficaz-oracao-de-sao-leao-magno-contra-o-desanimo/

By

São Roberto Belarmino: Como aproveitar o tempo?

Não raras vezes, passam por nossas vidas pessoas que, nos fazendo determinado bem, marcam de alguma forma a nossa existência. E delas não nos esquecemos. Assim é que, lembro-me de um Professor muito católico que, numa palestra, a propósito da vida dos Santos, levantou a seguinte questão: como administrar bem o tempo? Sem saber, este mestre deu-me uma grande ajuda para a vida, em relação à qual lhe sou imensamente grato. Espero que também seja útil ao caro leitor.

Essa questão sem dúvida é pertinente, pois quem de nós, com tantos anseios bons, projetos almejados e objetivos que temos desejo de alcançar, precisamos indagar inevitavelmente: terei eu tempo para tal?

Muitos são os que buscam a solução para administrar bem o tempo através de cursos. Sem dúvida, é uma estratégia boa. Mas talvez não seja suficiente. Terá então outra medida a tomar?

Sim! E este professor, com maestria e descortino, senso da realidade e espírito de fé, abordou a temática de forma inédita, como talvez ninguém o tenha feito. Como explicitou o problema e apresentou a resposta?

Mencionou ele São Roberto Belarmino (+1621), de quem o leitor possivelmente já tenha ouvido falar, e cuja festa se celebra no mês de setembro (dia 17). Este varão de Deus entrou na Companhia de Jesus, foi ordenado sacerdote e tornou-se professor de Teologia no Colégio Romano. Eleito Cardeal e nomeado bispo de Cápua (Itália), exerceu todo o seu ministério com zelo extraordinário e dedicação heroica. O leitor pode imaginar tudo quanto isto significa de responsabilidades, ocupações e atividades?

Assim – continua nosso estimado e sábio palestrante – este Santo, mesmo em meio às mais diversas e importantes obrigações, ainda sabia encontrar espaço para meditação, orações e muitos escritos célebres por sua sabedoria. Resultado: foi proclamado Doutor da Igreja!

A esta altura, o leitor certamente já percebe por onde vai a resposta da questão colocada: como aproveitar bem o tempo? E esta nos salta aos olhos, a partir da consideração acima: sermos Santos!

Quanto mais nos unirmos a Deus e seguirmos as vias da santidade, a exemplo de São Roberto Belarmino e de outros tantos santos – mais teremos sabedoria para administrar nosso tempo, realizando assim nossos melhores projetos.

Por Adilson Costa da Costa

_________________________

Para conhecer mais sobre a história deste Santo acesse:

http://www.arautos.org/especial/19686/Sao-Roberto-Belarmino–Um-jesuita-vestido-de-purpura.html

Veja também:

Como um astro luminoso – São Gregório Magno

Peregrinando pela casa de um Santo – São Pio X

By

Frase da Semana – Nossa Senhora das Dores

“Ó vós todos que passais pelo caminho, parai e vede se há dor semelhante à minha dor”

(Lm 1, 12)

A piedade católica aplica à Santíssima Mãe de Deus as palavras acima, do Profeta Jeremias, no livro das Lamentações. E quem pode ficar indiferente a tão comovedoras palavras? Neste dia 15 de Setembro a Liturgia comemora a festa de Nossa Senhora das Dores. Esta festa nos é proposta para que meditemos, com verdadeira piedade, nas dilacerantes dores que sofreu Nossa Mãe Santíssima, à vista de tudo o que deveria padecer o seu Inocente Filho, Jesus Cristo.

Dores de Maria

Nossa Senhora das Dores – Sevilla

A contemplação das dores de Maria, como meio de santificação para os fiéis, remonta à Idade Média. A Ordem dos Servitas, fundada no ano de 1240 contribui para difundir essa devoção pelo mundo católico. A Festa foi instituída oficialmente pelo Papa Bento XII, no ano 1727. Finalmente, o Papa Pio VII, em 1804, ordenou que fosse celebrada no terceiro domingo do mês de Setembro. Posteriormente, com a reforma do Breviário, São Pio X fixou a data de 15 de Setembro para relembrar as Dores de Maria. (1)

Em seu magnífico Glórias de Maria, Santo Afonso Maria de Ligório dedica grande parte do livro para tratar detalhadamente, com meditações, a respeito de cada uma das Sete Dores de Maria Santíssima: 1ª. Profecias de Simeão; 2ª. Fuga de Jesus para o Egito. 3ª. Perda de Jesus no Templo; 4ª. Encontro com Jesus caminhando para a morte. 5ª. Morte de Jesus; 6ª. A ferida com a lança e a descida de cruz e a 7ª, Sepultura de Jesus. (2)

Também no site dos Arautos do Evangelho está disponível um belo texto sobre as dores de Nossa Senhora. (3)

Excetuando-se as dores e humilhações que sofreu o próprio Redentor, Nosso Senhor Jesus Cristo para nos salvar, não há nada que se possa comparar às dores sofridas por nossa Mãe. Por isso Ela é louvada como Co-Redentora da humanidade. E por isso também, nós, em nossas angústias e nos sofrimentos que a Providência nos pede, para nossa santificação durante as batalhas nesta terra, nunca nos esqueçamos do seu exemplo e, com a confiança de filhos, peçamos a Ela que nos ajude sempre.

Nossa Senhora das Dores, rogai por nós.

Veja também:

Frase da Semana – Natividade de Maria

Frase da Semana – Santo Agostinho

Frase da Semana – São Bernardo de Claraval


(1) São Afonso Maria de Ligório. Glórias de Maria. 3ª. ed. Aparecida: Ed. Santuário, 1989, p. 355 (nota do Tradutor).

(2) Op.cit. a partir da página 355.

(3) Arautos do Evangelho. Seção Especial: Nossa Senhora das Dores. Disponível em http://www.arautos.org/especial/29818/Nossa-Senhora-das-Dores.html 

By

Nossa Senhora, esposa do Espírito Santo

Apresentamos aos leitores do Blog a segunda postagem da seção TV Arautos em Foco, espaço dedicado a programas que discutem temáticas da Fé Católica, cujas abordagens estão pautadas nas Sagradas Escrituras, no Catecismo da Igreja Católica e na Doutrina Cristã.

 Considerando que no mês de setembro a Santa Igreja dedica três datas em homenagem à Santíssima Virgem: Festa da Natividade de Nossa Senhora (08.09), Santíssimo Nome de Maria (12.09) e a Celebração de Nossa Senhora das Dores (15.09), dedicamos esta postagem para conhecermos ainda mais os ensinamentos da Santa Igreja sobre “Nossa Senhora, esposa do Espírito Santo”.

Assim, trazemos ao conhecimento dos leitores um programa no qual o Revmo. Pe. Alex Brito, EP trata, com didática e clareza, de uma pergunta formulada por um fiel, mas que se faz presente na vida de muitos católicos:

Nossa Senhora é esposa fidelíssima do Espírito e São José seu castíssimo esposo. Qual a diferença entre os dois termos de esposo?

 Acompanhemos as explicações do Sacerdote clicando no link abaixo.

http://www.arautos.org/tv/interna.html?id=4561&title=Maria%2C+esposa+do+Esp%C3%ADrito+Santo